Páginas

quinta-feira, 2 de julho de 2009

D´Alessandro e sua polêmica .


D’Alessandro chorou. Depois do banho tomado e de falar sobre a partida final da Copa do Brasil, o meia argentino ficou emocionado quando – em entrevista à Rádio Gaúcha – foi perguntado se poderia deixar o Internacional na janela de agosto: “Por tudo isso que aconteceu neste jogo, eu quero ficar mais ainda. Sinto que tenho que pagar uma dívida com a torcida do Internacional”.

O jogador de 28 anos foi expulso logo depois do gol de empate do Internacional, marcado por Alecsandro. Ele diz não ter feito nada para receber o cartão vermelho depois de tentar levantar o volante Cristian, do Corinthians, que ficou sentado para esfriar o jogo. “Eu cheguei nele e tentei puxá-lo. Só isso. Não fui violento”, disse.

Ao ver que foi punido, ele pensou em provocar algum corintiano para tentar levá-lo junto. Ao se aproximar de William, D’Alessandro diz que não gostou do que ouviu. “Ele falou coisas que me irritaram. Não quero dizer o que foi porque acho que essas conversas devem ficar no campo”, disse.

O meia portenho (nasceu em Buenos Aires) deu uma pista: “Não vou dizer…sei que sou estrangeiro aqui no Brasil, sou argentino…isso já dá para vocês entenderem”, afirmou. Ele falou ainda que os jogadores do Corinthians tentaram provocá-lo “porque sabem que tenho caráter forte”.

D’Alessandro insistiu que não quer polêmica com William e que chamou o corintiano para a briga com a intenção de provocar a expulsão dele. “Mas não fui bem sucedido. Não iria brigar mesmo, sei o limite ali na hora”, garantiu.

Mesmo assim, o argentino deixou um aviso: “Eu não esqueço. O futebol vira e vai virar para os que falaram muito esta noite”.

O Internacional precisa vencer por uma diferença de dois gols, sem sofrer nenhum. Terminou o primeiro tempo em desvantagem: 2 a 0 para o Corinthians. D’Alessandro acha que o primeiro gol, marcado por Jorge Henrique, causou o estrago. “Até os 25 minutos do primeiro tempo, a gente estava melhor. Mas este gol tirou nossa concentração e, em seguida, ele fizeram o segundo. Isso desanima um pouco”, afirmou .

Bem, cada um tem sua opinião quanto a atitude do nosso meia argentino . Eu, ouvindo a entrevista na rádio, e sentindo toda a emoção que D'Alessandro estava, acredito que sua atitude serviu para demonstrar o quanto ele honra a nossa camisa e o tamanho da sua RAÇA ! E você ? O que tem a dizer sobre isso ? - nacaogigante@hotmail.com

Bjs, Anelize .