Páginas

quinta-feira, 6 de junho de 2013

É hora de SER INTER!



Olá povo do Nação! Primeiramente, gostaria de dizer que é uma enorme felicidade poder escrever novamente onde tudo começou. Mas indo ao que interessa, Internacional, a felicidade plena cede espaço para preocupações.

Com certeza, a essa altura da quinta-feira, todos nós já falamos tudo e mais um pouco sobre nosso amado time: tropeço em pequeno, pontos desperdiçados, reforços para ontem e um vale a pena ver de novo (que não vale nada a pena) de comportamentos de 2012. Também já teremos visto gente querendo colocar no do técnico. INJUSTO! O nosso menor problema é treinador atualmente.

Mas como diriam os sábios, águas passadas não movem moinhos. E agora não adianta lamentar e sim mirar no próximo desafio: o líder Cruzeiro fora de “casa”. Se o Inter realmente resolveu seguir a tradição dele, posso esperar algo bem positivo. Afinal, sempre dizem: faz milagre com os grandes e ressuscita os mortos. Então, seguindo as orientações: está na hora de SER INTER! 

Matar a Raposa vai ser a última missão antes das férias forçadas. E por mais que o grupo não seja o ideal (ainda) e o time esteja capenga, com os desfalques e nosso fraco banco de reservas, nada impede que o Internacional volte a ser aquele do Gauchão em termos de postura. O Inter tem plenas condições de jogar decentemente. Bola no chão, sem erros de passe, triangulações, jogadas pensadas, elaboradas, um time que constrói e não que vive de balão que nem vimos ontem.

Somos grandes demais para aceitar mediocridade. Na última rodada, neste final de semana, será a chance de resgatarmos o espírito de garra e luta que nos conduziu ao topo tantas vezes na nossa gloriosa história! Conformismo não combina de jeito nenhum com o Vermelho...

Até a próxima!

@Mah_Coloradaa