Páginas

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Colorados,

Logo após o término do jogo de ontem, chego à conclusão que Tite é o mais inteligente técnico brasileiro na atualidade. Ele fez o contrário, usou uma matemática inversa e acho que estou entendendo agora e tentarei explicar para vocês.

Caros leitores, todos recordam do nosso inicio de ano não é? Onde éramos comparados com o Rolo Compressor das décadas passadas, apostávamos com os co-irmãos quando iríamos perder ou até tomar um gol. “La Boba” sendo estudada por cientistas e ensinadas no Youtube, Nilmar e Taison corriam ao nível de Usain Bolt... Tudo isso era à beira de uma crise. A pior crise que qualquer equipe do Brasil pode passar. A soberba. Tudo indicava isso, mesmo que o roteiro que sempre é falado pelos jogadores e dirigentes de “trabalhar e manter o foco” fosse usado frequentemente.

Imagina se ganhássemos a Copa do Brasil? Entraríamos no Brasileiro querendo saber quantos pontos iríamos chegar à frente do segundo colocado e rumaríamos ao Gigante apostando quantos gols algum jogador faria. Aí que entrou o mestre Tite. Arriscou sua cabeça perdendo para times fracos, simulando alguma crise interna... Até FC participou do teatro “estamos perdidos”. Tudo foi feito para todos entrarem sem essa “soberba”, que sabemos que não vai para lugar nenhum. Temos o exemplo bem perto de nós. 10 pontos de diferença e verá a soberba em forma de clube.

E agora estamos vivendo momentos esplêndidos! Não se surpreenda se perdemos alguma partida ou acontecer algo inusitado. Tudo isso está na mente do genial Tite e conto-lhes o segredo que acontecerá lá em dezembro. Ganharemos o Brasileiro por números de vitórias, nas últimas rodadas. Olhe para Guiñazu e verá a verdade.

Ah, outra coisa que não falei. Tite fez tudo isso também, para ver que é colorado e não torcedor. Se ver alguém que queria sua cabeça há um tempo, dizer que ele é um grande técnico, ignore.

Se você for colorado, vai entender o que quis dizer. O torcedor deve estar com o rádio ligado pegando opinião de algum Wianey Carlet.