Páginas

domingo, 28 de junho de 2009

Finalmente

Depois dessa tarde, parece que muitas coisas voltaram ao “normal”.

Mesmo com um time reserva, conseguimos no mínimo encontrar o nosso futebol. Nada melhor que uma vitória antes de quarta, em um jogo que sinceramente, poucos pensavam. A cabeça, a alma e tudo, desde aquele meio de semana dramático no Pacaembu, estão no dia 1º.

O time que entrou em campo hoje, foi totalmente reserva. Um primeiro tempo apático, onde demonstrava que esse mês estava sendo diabólico para a nação colorada. O Coritiba parecia estar melhor, e até bola na trave colocou. Um 0 a 0 morno, corria pelo fim de tarde gélido no Gigante. Até o segundo tempo, onde a estrela de Bolaños brilhou no gramado.

Uma mudança no segundo tempo, onde vimos outro tipo de Inter. Não aquele que abrilhantou os nossos olhos nos cinco primeiros meses, já que nem os jogadores eram os mesmos. Mas vimos a raça. Raça que não foi vista na quinta contra a LDU. Será que ouve alguma palestra no intervalo de El Cholo? Mostrar um vídeo do volante colorado seria o suficiente para motivar o time. Se foi isso, não sei. Mas simplesmente a sede de ganhar e ouvir “Minha camisa vermelha” bem alta abrilhantou o Beira Rio. Como música, começamos a jogar e Bolaños começou a maestrar a equipe. Com três gols, o camisa 7 dessa noite foi o melhor disparado e até musica em programa de TV pediu.

Parece que aquela “má fase” está indo embora. E no momento mais que preciso. Por que amigos, agora o próximo jogo, é aquele. Aquele que precisamos. Que contamos os dias, e que está cada vez mais próximo. Ti prepara M$I, milhões de colorados estavam esperando esse dia. Ouvirá o rugir do vermelho e branco. Perca o sono. A sua hora chegou.

Saudações coloradas =)